Ruby Bridges e Obama:marcas de um pesadelo americano.

Por décadas o chamado sonho americano vem difundindo a idéia de que os EUA é a nação da liberdade e oportunidades para todos .Mas as feridas de um passado ainda não estão bem cicatrizadas .Há , pouco mais de 40 anos, a nação da águia , era um país onde a segregação racial tinha base legal. Negros não podiam freqüentar as mesmas escolas que os brancos, eram obrigados a ceder seus lugares nos ônibus para eles e usavam banheiros separados. Durante o movimento dos direitos civis, a Klu Klux Klan - organização que defendia a supremacia da raça branca - tinha quase 20 mil membros e foi responsável por vários assassinatos.

Neste contexto ,surgiu a pequena Ruby Bridges, que faz parte da luta pelo fim desta segregação.Ela foi a primeira criança negra a frequentar uma escola "integrada", ou seja de negros e de brancos .Em 1960,por um decreto judicial as escolas de New Orleans foram obrigadas a mesclar as turmas com crianças negra e brancas .Para entrar na escola , as crianças negras tinham que fazer um teste , das 6 crianças aprovadas , 2 não quiseram frequentar as escola integradas por medo, os outros 3 foram para uma escola e Ruby foi sozinha para a escola Willian Frantz.Prostestos eram armados na chegada da menina na frente da escola , seus pais eram insultados e a mais célebre cena é quando Ruby chega a escola e um manifestante mostra uma boneca negra num caixão funerário.Ainda assim, a pequena orava a Deus pedindo perdão aos seus algozes.

Hoje , mais de 40 anos depois , Obama sente na pele as angustias da pequena Ruby. senador democrata Barack Obama quer ser o primeiro presidente multirracial e multicultural dos EUA: ele é filho de mãe branca do Kansas e pai negro do Quênia e, durante a infância, viveu na Indonésia, o maior país muçulmano do mundo.
Obama percebeu isso em março, quando foi obrigado a fazer um discurso contemporizador para refutar declarações controversas de seu ex-pastor Jeremiah Wright, para quem os EUA são um país fundamentalmente racista e seu governo, corrupto e assassino. Na época, Obama condenou as observações do reverendo "(por serem) divisoras quando precisamos de unidade". Na terça-feira, Obama viu-se obrigado a romper publicamente com Wright, após o religioso acusá-lo de só criticar suas afirmações por ser candidato à presidência.

Obama sabe que para o eleitor americano , a questão racial é muito forte na hora de escolher em quem votar ,73% dos eleitores brancos levam isto em conta .Logo cabe ao eleitor americano optar por reescrever a história da segregação racial no ninho da águia .








0 comentários:

Postar um comentário

Faça um alterado feliz, expresse sua opinião... porém:
1º os comentário são moderados (vá que um dia a minha mãe visite o blog e não goste dos elogios dirigidos a ela);

2º não use de miguxês e nem de palavras de baixo calão (até eu tenho limites);
3º faça comentários relacionados ao assunto do post (terra chamando, terra chamando, se situe !);

4º se quiseres trocar experiências pessoais a respeito do tema em questão , sinta-se a vontade ,só não me traga problemas.

 

Seguidores

Conexões

Passaram por aqui

Custom UsuárioCompulsivo
Widget BlogBlogs

ALTERADOS E SEQUELADOS Copyright © 2009 FreshBrown is Designed by Simran | Featured Post By Free Blogger Template