O nosso lobby de cada dia

O termo “lobby” é muito utilizado no meio político. Infelizmente, grande parte da população possui uma concepção errônea do significado da palavra. Primeiro, precisamos entender que lobby nada mais é do que um grupo de pressão na esfera política, um grupo de pessoas ou organizações que tentam influenciar, aberta ou secretamente, as decisões do poder público em favor de seus interesses.

Fazer um lobby é algo muito natural, feito por todos nós. Entre alguns exemplos de lobbyes, podemos citar a ocasião de um filho tentar convencer seu pai a lhe dar um aumento de mesada ou quando um sindicato discute melhorias nas condições de trabalho com uma empresa. Nos EUA, por exemplo, a profissão de lobista é reconhecida oficialmente, sendo até regulamentada por lei. No país, o lobby é reconhecido como uma importante parte do processo político. Para alguns especialistas, o lobby não pode “entrar pelo porão, pois assim se insere no conluio e precisa da barganha”.

Para a secretária adjunta de Estado de Desenvolvimento Regional e Política Urbana de Minas Gerais, Maria Coeli Simões Pires, no meio político não existem anjos nem demônios, mas sim, interesses, principalmente o interesse econômico. Desta forma, o lobby precisa ser desvinculado da imagem de ilegalidade, uma vez que defender os interesses de um grupo de pessoas ou de organizações, além de ser importante, é um direito de todos.
Por

Tiago Dantas






Bom ,mas o que predomina é lobby da maracutáia e da politicagem suja.São poucas as propostas do governo que são aprovadas sem lobby .


4 comentários:

Alexandre Brendim on 10 novembro, 2008 disse...

E nunca o lobby é a favor dos interesses da população...

requeri on 11 novembro, 2008 disse...

bem, lá vou eu ... de novo sobre a época de escravidão maravilhosa e explícita, à qual me submeti, por livre vontade e pela qual lutei com unhas dentes, arranhões e mordidas - tudo com muita responsa - na época em que, separando do pai do meu filho, eu tentava voltar pro mercado de trabalho.
na blockbuster, lobby era o que eu mais gostava de fazer e ele ocorria, majestoso, aos sábados, com a loja cheia e as prateleiras nem tanto ... rsrs ...
incluia responder e esclarecer dúvidas cinematográficas e convencer o cliente, que o filme que ele queria podia ser substituído, com vantagens, por um outro que era tão bom ou melhor que aquele dos seus sonhos ... dureza meu!!!
na verdade, eu não mentia, jamais, principalmente pq, na maior parte das vezes, o que eu sugeria como substituto era bem melhor ... rsrsr ....

Alterado on 11 novembro, 2008 disse...

Fazer o que ? É por isto que se falam em lobby logo vem na cabeça maracutáia !
Obrigado pelo comentário

Alterado on 11 novembro, 2008 disse...

E quanto ao comentário da Requeri... ela sim é uma "lobbysta" do bem de mão cheia !
abraços

Postar um comentário

Faça um alterado feliz, expresse sua opinião... porém:
1º os comentário são moderados (vá que um dia a minha mãe visite o blog e não goste dos elogios dirigidos a ela);

2º não use de miguxês e nem de palavras de baixo calão (até eu tenho limites);
3º faça comentários relacionados ao assunto do post (terra chamando, terra chamando, se situe !);

4º se quiseres trocar experiências pessoais a respeito do tema em questão , sinta-se a vontade ,só não me traga problemas.

 

Seguidores

Conexões

Passaram por aqui

Custom UsuárioCompulsivo
Widget BlogBlogs

ALTERADOS E SEQUELADOS Copyright © 2009 FreshBrown is Designed by Simran | Featured Post By Free Blogger Template